Espetáculo EUREKA – Garagem da Dança

R$60,00

Simples Assim!

Após efetuar a compra com sucesso. Basta Clicar no botão Assistir Agora, para ter acesso ao seu vídeo e fazer o download.

ASSISTIR AGORA

Descrição

680 Visualizações

O espetáculo “Eureka!”

que conta a história de grandes criações e descobertas com recursos cênicos desafiadores, incluindo objetos móveis no palco com interação dos bailarinos em diferentes modalidades de dança, terá uma nova apresentação no Centro Integrado de Cultura (CIC) na próxima quarta-feira, 5 de julho, às 20h30. A montagem, com direção de Marina Coura, realizadora há sete anos do festival internacional de sapateado Floripa Tap, foi sucesso de público em sua estreia no fim do ano passado. Conta com 200 bailarinos profissionais e estudantes, que apresentam diferentes coreografias contando a história de importantes invenções, em 1h45 de duração.

Uma atração à parte de “Eureka!” será parte da trilha sonora executada ao vivo pelos músicos do Grupo Livre de Percussão (GLiP): Márcio Bicaco, André FM, Osvaldo Pomar e Diogo Costa, e o pianista Pedro Torres, que tocará uma música durante a coreografia que representa a invenção do cinema, retratando a época do cinema mudo. Os músicos da GLiP tocam latões de metal, representando a ideia de recriar a percussão e valendo-se dos diferentes timbres do proprio latão.

O espetáculo terá também a participação do percussionista Alexandre Damaria tocando berimbau. Ele é parceiro de Marina Coura em suas pesquisas e apresentações de sapateado no ritmo de gêneros musicais brasileiros, um caminho novo que ela trilha enquanto o sapateado norte-americano, baseado no clássico jazz, experimenta uma pegada de funk e música pop. Além de sapatear ao ritmo do samba, um dos destaques nesse trabalho é sua ousadia ao codificar com o sapateado a parte rítmica do maracatu, gênero que é patrimônio cultural pernambucano. “É um dos ritmos mais difíceis para tocar e sapatear, mas me encantei justamente pela riqueza da modalidade e da cultura em torno do maracatu”, conta a coreógrafa.

Uma escada de vidro sobre a qual dançarinos executam seus passos, e uma roda que gira com números diferentes de bailarinos no seu interior e exterior são alguns dos destaques do espetáculo que mostra invenções que marcaram o mundo. Da roda à fotografia, passando pelo surgimento do cinema, os bailarinos de diversas faixas etárias, mesclando profissionais e alunos da escola Garagem da Dança, mostrarão seu talento no palco. “Sempre buscamos inovar para mostrar como é possível abrir novos caminhos por meio da dança. A ideia é trazer para o palco também novidades em cenografia e coreografias inspiradas em espetáculos do mundo”, conta Marina Coura.

O cenário de “Eureka!” foi criado pelo artista plástico e cenógrafo Antônio Chiarello, que conta com 20 anos de experiência em espetáculos. No palco os dançarinos vão interagir com efeitos tecnológicos, iluminação e elementos de cenário desafiadores. No encerramento, uma performance celebra a alegria de criar com destacada participação dos músicos tocando ao vivo.

Marina Coura é diretora da Garagem da Dança e realizadora do Floripa Tap, festival internacional de sapateado que há sete anos reúne grandes nomes da dança nacional e do exterior em Florianópolis. Em 2016, Marina Coura levou para o Rio de Janeiro uma amostra do seu trabalho em sapateado com o projeto “Floripa Tap nas Olimpíadas”, selecionado pela Funarte, e que contou com uma semana de oficinas e espetáculos

x

Bonus